Ana Ramalho Rosa na Conferência Vida Fabulosa

Ana Ramalho Rosa na Conferência Vida Fabulosa

«Uma Vida Fabulosa exige a percepção de que há um tempo para tudo e que não está na resposta ao imediatismo das solicitações actuais o bem-estar que se pretende alcançar – importa saber esperar a época de Deus, numa atitude de submissão à sua vontade.» Da parte introdutória da palestra de Ana Ramalho Rosa

 

Rute Campos na Conferência Vida Fabulosa

Rute Campos na Conferência Vida Fabulosa

«De nada serve exibir normalidade e perfeição nos relacionamentos, em particular nos de natureza familiar, dando a ideia, para o exterior, de que a existência é tranquila e a Vida Fabulosa, quando na intimidade a violência e a doença imperam e destroem o sonho de felicidade.» Da parte introdutória da palestra de Rute Campos

Iolanda de Melo na Conferência Vida Fabulosa

Iolanda de Melo na Conferência Vida Fabulosa

Diante das dificuldades próprias da existência, o pior que pode acontecer é permitir que elas assumam proporções que na realidade não têm. A atitude «catastrofista» agiganta as circunstâncias, amarga o que é agradável, potencia as atitudes erradas e impede os «relacionamentos significativos», necessários à construção da Vida Fabulosa. Da parte introdutória da palestra de Iolanda Melo.

Adelaide de Sousa na Conferência Vida Fabulosa

Adelaide de Sousa na Conferência Vida Fabulosa

A relação com quem ousa viver a preciosidade da vida com coragem, dando exemplo de como se deve ser forte na fraqueza e fraco para ficar sensível ao que é forte, ajuda o crescimento espiritual e a entender que a Vida Fabulosa depende do que se é, não do que se possui. Da parte introdutória da palestra de Adelaide de Sousa.